quarta-feira, 11 de julho de 2007

"Dódó"

Nunca imaginei que o nome - errado! - usado pela minha mãe para classificar o atacante do Botafogo Dodô, me fosse tão útil quanto está sendo nesta difícil situação. Honestamente, prefereria que o nome pronunciado por ela, continuasse só me servindo mesmo para as habituais risadas. Infelizmente, não é o caso. Fato é que o vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro 2007, Dodô (foto: Lancepress) está suspenso, preventivamente, por 30 dias e desfalcará o líder do campeonato: Botafogo. Que fique claro que não defendo a impunidade. De forma alguma! Se foi acusado a substância em seu organismo, há de se punir, assim como em outros casos. Se a Lei existe, deve ser seguida. Apenas peço que as autoridades não usem de seu poder, para serem tendenciosas, como alguns ainda fazem. Infelizmente. Deve-se levar em conta seu passado "limpo". Dodô segue dizendo que não ingeriu remédio algum para emagrecimento. Faz sentido! Digam-me, pra que, um atleta no auge da forma - e não é de hoje! - precisaria tomar remédios para emagrecimento? Não faz o menor sentido! Todavia, cabe ao Dept. Médico do Botafogo investigar o caso mais à fundo.
Espero que, para o bem do futebol - que já não conta com suas estrelas, o que torna o futebol muitas vezes nem tão plástico, vistoso -, o caso seja analisado com o devido cuidado. A justiça há de ser feita ao "artilheiro dos gols bonitos": Ricardo Lucas; vulgo Dodô, mãe.

■■■■■■

A TV Globo, através de seu programa Globo Esporte, curiosamente, exibiu, sob pedido de muita atenção de sua apresentadora, Mylena Ciribelli, uma matéria da UNESCO sob... doping. Não é curioso, nesse momento? Claro, como deve ser feito: repudiado. Entretanto, a matéria em nada tinha a ver com o Pan do Brasil.

■■■■■■

No caderno de esportes do jornal O Globo (ainda organizações Globo), de hoje (11/7/07), traz um especialista em medicina esportiva do Hospital das Clínicas, Dr. Paulo Zogaibe. O "especialista" (sim, entre aspas, porque quem tem a dúvida que o Doutor teve não é tão especialista quanto se gaba em dizer que é), questiona em seguida, através de um exemplo:
- Por que você acreditaria no Dodô, e não no Maradona?
Francamente, né Doutor? Não posso crer que ele queira comparar aquele jogador que ainda hoje, volta e meia se mete em confusão, se droga, vive em hospitais, estampou diversas vezes capaz de jornais por estar envolvido em escândalos, com um jogador que sempre foi correto na profissão, profissional etc.
Obs.: Não estou levando em conta o nível técnico de cada um, OK?

■■■■■■

Há de se lembrar que no caso do Athirson, em 2000, que ingeriu a mesma substância (femproporex), a maneira como foi tratado o caso foi completamente diferente. Os programas mostravam o jogador emocionado, juntamente com a sua família. Por que será, hein?

■■■■■■

Manipulação. A gente vê por aqui.

7 comentário(s):

Rodrigo disse...

Força Dodô!

Anônimo disse...

FODA !!
a globo tem q acabar !
lixo de TV

http://video.google.com/videoplay?docid=-570340003958234038

Livinha disse...

Parabens Diego, pela crônica. Essa crônica retrata a revolta do torcedor alvinegro, que não basta a arbitragem, e FERJ, ainda temos a mídia contra nós. A Globo e tudo que vem dela deveria ser proibida de mencionar o nome do Glorioso em seu jornal e programas de tv. Mas é isso, contra tudo e contra todos e a vitória é mais gostosa qdo se tem tudo contra nós.

[FOGO]yep~ disse...

falou
tudo
parabens pelo blog e pelas observações e criticas
em relação ao caso
abraços
e saudações alvinegras

André Isac disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André Isac disse...

Valeu garoto!
Gostei muito do seu Blog
o seu blog está entre os favoritos do meu blog!

http://andreisac.blogspot.com/

Anônimo disse...

Quero ver jogar agora, sem o efeito do rem�dio.

Hu ta maneiro DOP� � artilheiro!!
hihihiihihihihihihihihi